Por que fazer uma pós em métodos alternativos? | ICTB - Instituto de Ciência e Tecnologia em Biomodelos

Cecal

Centro de criação de animais de laboratório

Início do conteúdo
19/02/2020

Por que fazer uma pós em métodos alternativos?

Por Etinete Nascimento Gonçalves*

Desde o segundo semestre de 2019, o ICTB começou a desenvolver a especialização em Métodos Alternativos ao Uso de Animais de Laboratório. Trata-se de atividade inovadora e pioneira no Brasil e em muitos outros países sondados.

Já estamos caminhando para a seleção de candidatos à segunda turma. O edital foi lançado em março e as inscrições ocorrem no período de 16/3 a 12/6, com prova de seleção prevista para o dia 3 de novembro de 2020.

Mas por que realizar esta pós-graduação?

O uso de animais de laboratório em pesquisas científicas ainda é necessário. No entanto, cada vez mais vêm ocorrendo pesquisas, tendo em vista o desenvolvimento de métodos alternativos validados. Trata-se de um caminho sem volta: a substituição é o que temos pela frente, e este processo de busca de novos métodos vai se estender indefinidamente, pois sempre haverá métodos a serem criados ou aprimorados.

Com isso, fica fácil constatar que lidar com esse nicho de especialização é uma grande chance de garantir empregabilidade. A pós em métodos é, portanto, uma porta aberta à manutenção ativa do(a) profissional no mercado de trabalho.

É interessante constatar, ainda, que atuar visando a substituição, o refinamento e a redução de animais em pesquisa não é uma busca exclusiva de pesquisadores ou de comissões de ética de instituições. Também é uma linha presente nas atividades educacionais. Assim, aqueles(as) que se dedicam ao ensino, nos campos das ciências biológicas, medicina veterinária, zootecnia e demais áreas da saúde podem e devem se tornar alunos(as) deste curso, tendo em vista a aplicação de métodos alternativos ao uso de animais no ensino, tanto na educação básica quanto na de nível superior.

Por se tratarem de estudos relativamente recentes, oferecemos, neste curso, uma formação básica sólida, na qual os conceitos de bioética, experimentação animal, métodos alternativos e validação sejam objeto de ensino e de aprendizagem, de forma relacionada e aplicada.

Realizamos uma formação direcionada, na qual os projetos desenvolvidos pelos participantes terão aplicação direta e específica, contribuindo para o desenvolvimento do conceito dos 3Rs – Substituição, Redução e Refinamento.

 

*Profª Drª Etinete Nascimento Gonçalves é coordenadora de ensino do ICTB e coordenadora da pós-graduação lato sensu em Métodos Alternativos ao Uso de Animais de Laboratório (em conjunto com o Dr. Octávio Presgrave).
 

Imprimir   |      |   Voltar ao topo   |   Voltar